Tuesday, September 30, 2014

Buraco

Este ou aquele medo, 
nem tu sabes,
vês ou tocas, 
nem que seja ao de leve,
nasce nos amanheceres
do buraco do teu coração,
profundo como o buraco da estrada,
eterna moradia de estrela cadente,
caída do negro céu das sombras,
que para ti deixou de brilhar...



0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

Free Web Site Counter
Free Web Site Counter
eXTReMe Tracker